ACESSO RESTRITO:
AINDA NÃO TEM ACESSO? CLIQUE AQUI

Pesquisas realizadas com musicistas e não musicistas utilizaram como instrumento  o  Potencial evocado com estímulo de fala (PEATE–FFR), que avalia de forma objetiva e com precisão como os sons verbais são codificados no sistema nervoso auditivo central. Os resultados demonstram  que os musicistas, principalmente os que iniciaram  treinamento musical ainda criança, tem peculiaridades nas  habilidades auditivas e linguísticas.

 

Olá!

É com grande prazer que comunicamos nosso III Curso sobre Diagnóstico e avaliação do Transtorno do Processamento Auditivo Central. 

A avaliação eletrofisiológica da audição permite obter informações fidedignas e objetivas e de forma não invasiva da trajetória das vias auditivas. Há diferentes tipos de procedimentos eletrofisiológicos que avaliam porções distintas do Sistema Nervoso Auditivo Central

Aconteceu nos dias 12 e 13 de fevereiro o primeiro Curso sobre Diagnóstico do Processamento Auditivo organizado pelo Audição na Criança.

Com vagas esgotadas um mês antes, o curso para os fonoaudiólogos foi um sucesso e recebeu fonoaudiólogos que vieram de longe para prestigiar o evento como TO, MG, SE e GO. Foram abordados temas como anamnese, triagem e detalhes da bateria comportamental - além de discussão sobre classificação do DPAC, diagnóstico diferencial e elaboração do laudo e relatório. Organizado pelas Fga. Mariana Guedes e Fabíola Mecca, contou com a apresentação também das Dra. Fátima Branco e Dra. Adriana Andrade. Veja as fotos do evento.

 
Campos marcados com * são obrigatórios.